O Melhor do Pre-Fall 2016

O conceito de PRE-FALL é um termo muito utilizado na moda e refere-se as pré-coleções de outono que são feitas na indústria da moda antes que se inicie a temporada.

Geralmente as apresentações são feitas durante a primavera e os primeiros dias de outono.

E Normalmente, após alguns dias de verão, começamos a ter um pouco de curiosidade sobre as roupas que estarão na moda no outono e inverno e o mesmo acontece quando as estações mais quentes estão chegando e dá-se espaço as roupas de verão.

É por isso que sempre queremos estar atualizados e adiantados em relação ao que virá como tendência para a próxima temporada.

E para isso, a temporada PRE-FALLé uma opção perfeita.

CONFIRA O MELHOR DO PRE-FALL 2016

Como viciada em moda fitness que Donatella Versace é. Traz elementos esportivos como decotes, cores e até equipamento de escalada.

A Dior permanece firme forte nos pretos e brancos, mas traz alguns tons fortes como o azul e o laranja. Além do paletozinho clássico da marca, há também continuação na assimetria e textura. E a maior novidade é a sensualidade.

 

Os ataques terroristas influenciaram bastante a coleção de Balmain Olibier Rousteing, disse: “Paris é a cidade da luz, e eu quero ligar as luzes de novo”. E o destaque das suas criações são as franjas, tons pastéis, rendas, babados, jaquetas com ganchos e fechos. A marca também anunciou uma expansão, que é uma linha de moda infantil.

Há encanto nesse pre-fall. Baseado nos anos 30 e 40. Sarah Burton (estilista dessa coleção Alexander Macqueen) denominou o tema da coleção “pensamento sobre a obsessão de uma mulher com as posses dos tesouros dela, como jóias e maquiagens, e as coisas que ela recolhe”. Este personagem é uma mulher bem elegante, com batom vermelho, tecidos de veludo e vestidos dramáticos para noite.

A nova coleção de Tommy Hilfiger teve um tema náutico que leva direto para o espírito da marca, até o logotipo vermelho, branco e azul patriótico. Dentre as peças estão encantadoras listras bretãs, casacos navais e gravuras de tatuagem de marinheiro.

E por último, mas não menos importante: Valentino. A coleção foi inspirada em temas africanos, leste do Japão, Nova York e outras partes da América. Com ênfase em tons neutros, trouxeram bordados de Wabi-Sabi, humilde flores de cerejeiras, nuvens, pássaros voando, fogos de artifício vermelhos, brancos e azuis e pelagem dupla face.

Agora é só se inspirar e curtir.

Um beijo,

por Vanessa Melo.

Os 5 Melhores Livros Sobre a Mulher Parisiense

Que o estilo Parisiense é original e autêntico, todos nós já sabemos, não é mesmo?

Nesse vídeo mostro os 5 livros perfeitos para você conhecer, se encantar e aplicar na sua vida, o estilo das mulheres parisienses.

Mas também para você sorrir um pouco com meu segundo vídeo no canal 🙈🙈🙈🙈🙈

 

 

Links para você comprar os livros:

  1. Madame Charme
  2. A elegância e os segredos da mulher francesa
  3. Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo
  4. A Parisiense
  5. O Evangelho de Coco Chanel

 

 

 

Um beijo,

por Vanessa Melo.

Cor do ano: Marsala

Olá pessoal,

Esse ano já começamos com as vitrines super elegantes e sofisticadas, seja no ramo da moda, interiores ou nas unhas. A cor marsala já conquistou o coraçãozinho dos críticos, profissionais da área e Eu ❤ ❤ ❤ !!!!! Os tons terrosos já estão em alta no mundo da moda (foram bastante utilizado nos desfiles de Verão 2015 da Chloé, Rick Owens e no de Inverno 2015 das brasileiras Animale e Amapô) e, com este anúncio da Pantone, a tendência é que haja um aumento ainda maior das peças com cores fechadas.

Como a Pantone escolhe a cor do ano? 

Durante todo ano a pantone pesquisa a fundo o comportamento das pessoas mundo a fora nas ruas, no cinema, nas lojas, na televisão, sempre de olho em formadores de opinião. A influência também pode decorrer da tecnologia, disponibilidade de novas texturas e efeitos que impactam a cor, e até mesmo eventos esportivos que capturam a atenção mundial.

À partir de todas essas informações a empresa detecta qual a cor tendência do próximo ano.

E para você se inspirar vou deixar imagens de look totais marsala e outras de detalhes em marsala que podemos adicionar nos nossos looks e decoração.

mainimagecontent_pantone2015_bimbon07marsala-color

marsalacor-pantone-2015-marsala-006042men

FONTE: GOOGLE IMAGENS

Um beijo (de marsala),

Melo.

Livro do dia: A Parisiense

Olá pessoal,

Quando comecei a pensar no que escrever para essa resenha, fiquei tipo assim: “Vou falar o que? Que esse livro é simplesmente maravilhoso? Que ele é perfeito? Que ele é extraordinário? Que ele tem cheiro e folhas de “revista”, e isso faz ele ser muito mais legal?” Gente, eu realmente amei esse investimento. Quem gosta de moda e comprar esse livro, vai me entender. A capa dele é tipo, “corino”, sabe? Enfim… Vou parar de babação e começar logo o que interessa, tentarei ser objetiva.

Este livro é um guia de estilo de Ines de La Fressange = O ícone da elegância na França.

Ela dá conselhos/dicas de como se vestir à moda das parisienses e sugere um guarda-roupa que, a partir de apenas 7 itens básicos e bons acessórios, garante produções práticas e elegantes (muito minha cara, gente, vocês não estão entendendo o quão feliz estou por ter esse livro rsrsrsrsrsrs). Ainda inclui endereços da Paris secreta fora do circuito turístico oficial entre eles estão restaurantes, cabeleireiros, spas, museus “secretos”, livrarias veneráveis, perfumarias e MUITO mais.

E as frases que me marcaram…

“Você não precisa nascer em Paris para ter o estilo da parisiense.”

“O segredo de um bom estilo é sentir-se bem dentro da roupa.”

a-parisienseImagem do google 🙂 🙂

*update: recentemente fiz um vídeo com o review desse e mais 4 outros livros sobre as mulheres francesas, confiram aqui:

Um beijo,

Vanessa Melo.

Livro do dia: Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo

Olá pessoal,

Hoje vou falar um pouquinho do que achei sobre o livro “Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo” escrito por Caroline de Maigret (embaixadora da Chanel e musa da Lancôme), Anne Berest (escritora), Sophie Mas (produtora) e Audrey Diwan (jornalista).

O livro me chamou atenção pelo título e nada mais rsrsrsrs… Todo “MUNDO” sempre quis saber como é/vive uma parisiense. Como curiosa que sou, corri e comprei.

O conteúdo é simplesmente perfeito, muito bem pensado e articulado. Tem crônicas, receitas, dicas, conselhos, decoração e moda (claro). E pra ajudar nossa imaginação tem fotografias em P&B e coloridas, desenhos e tirinhas. Contam como uma parisiense é, quer ser e o que querem parecer. São mulheres que se amam e se odeiam, mas que nunca deixam de cuidar de si, investem em uma boa alimentação, em tratamentos estéticos (nada muito agressivo) e exercícios físicos. Sendo assim têm pele perfeita que não precisa de muita maquiagem (tipo reboco, sabe!?).

Tem vários pontos importantes e bem interessantes, mas escolhi dois:

1 – As Simones. São mulheres marcantes na história das parisienses (isso me atrai).

  • As Simone Veil – O Mantra: “Minha reivindicação enquanto mulher é que minha diferença seja levada em consideração, que eu não seja nunca forçada a me adaptar ao modelo masculino.”
  • As Simone de Beauvoir – O Mantra: “Ela não buscava o prazer do outro. Ela desfrutava de forma egoísta o prazer de dar prazer.”
  • As Simone  Signoret – O Mantra: “O segredo para ser feliz no amor não é ser cega, e sim saber fechar os olhos quando necessário.”

2 – As parisienses tem algumas peças nobres no closet. Mas que não é “chamativa” e que não exibe a marca. Supérfluo absolutamente necessário, a peça nobre é uma atitude, um arma a tiracolo, que faz com que a gente se sinta bem-vestida, invencível. – (Trecho citado na pág. 31)

Adorei lê sobre as parisienses e arrisco a dizer que todas as mulheres tem um pouco da personalidade delas. Umas mais, outras menos. Comprem, presenteie e se divirtam como eu me diverti. FullSizeRender

*update: recentemente fiz um vídeo com o review desse e mais 4 outros livros sobre as mulheres francesas, confiram aqui:

Um beijo,

Vanessa Melo.