11 Comidas Brasileiras que Sinto Falta – Relatos de um Meio-Gringo

Entre idas e vindas, morei a maior parte da minha vida no Brasil (Recife,PE). Mas já estou morando fora há praticamente 8 anos. A maior parte do tempo passei nos Estados Unidos (Atlanta-GA, Los Angeles-CA, Austin-TX e Denver-CO). E agora estou morando no México há quase dois meses. É como sempre dizem: “você sai do Brasil, mas o Brasil não sai de você”. E é bem isso. Vou listar aqui as 11 comidas que eu mais sinto falta do meu país.

* esclarecendo o meio-gringo, sou filho de pai americano com mãe brasileira

1 – Coxinha

coxinha.jpg

Essa iguaria da culinária brasileira não tem igual. Tô salivando só de pensar hehehehe #gordomodeOn

2 – Incrível variedade de frutas

maracuja1.jpg

Maracujá, Acerola, Pinha, Sapoti, Cajá, Carambola, Graviola, Tamarindo. E não pára por aí. Nos Estados Unidos é bem difícil encontrar sucos naturais. E quando você encontra, a variedade é pequena. Normalmente é laranja ou limão. E industrializados, oferecem de cranberry, uva e abacaxi. No México, encontrei no máximo refrescos de Tamarindo =P

3 – Bolo de Rolo

BOLO-DE-ROLO.jpg

Não, o nome disso não é rocambole. E é sensacional, uma das marcas registradas de Pernambuco. #gordoFeelings

4 – Açaí

Screenshot 2016-01-30 18.54.08.png

Um mix de super-frutas com Açaí que sempre compro. Recomendo tudo da Bolthouse Farms

Apesar de encontrá-lo com uma certa facilidade no exterior hoje em dia, ainda é um pouco caro e não tem o mesmo sabor. E nada melhor do que tomar um Açaí na praia com os amigos numa sexta de noite no Point do Ácaí na praia de Boa Viagem =]

5 – Pitomba

Screenshot 2016-01-30 18.55.00.png

Só mesmo no Farmers Market da Buford Highway em Atlanta pra encontrar essa maravilha

Conhecida como “chiclete de pobre”, a Pitomba é uma das 7 maravilhas do mundo =D

6 – Jaca

Encontrei até jaca enlatada algumas vezes, mas a fruta fresca, só uma vez no Whole Foods de Austin. Maravilha! Só não pude levar porque eu voltei de ônibus pro hotel. E seria um pouco estranho encontrar algum colega de trabalho no caminho, enquanto você está com uma deliciosa Jaca debaixo do braço =D

7 – Queijo de Coalho

queijo.jpg

De preferência assado e com um pouco de orégano, por favor.

8 – Macaxeira e Carne de Sol (claro que com Feijão Verde e Farofa pra acompanhar)

976537_570313709655671_537524941_o.jpg

Essa dupla é uma maravilha. Já encontrei macaxeira fresca em New Jersey e congelada em alguns outros lugares. Carne de Sol ainda não. Talvez um dia eu crie coragem pra fazer carne de sol em casa.

9 – Cuscuz

cuscuz-girl-stuff

Cuscuz é até fácil de encontrar, a bronca é a cuscuzeira! Mas já está na lista de compras para próxima viagem pro Brasil. Afinal, viver sem cuscuz é complicado.

10 – Tapioca

tapioca nordestina.jpg

Já é difícil achar a macaxeira/mandioca. Quanto mais a goma pra fazer essa delícia. Ah, e também não é fácil encontrar o queijo de coalho para o recheio. Snif, snif…

11 – Feijoada

0e5f8580-2353-4a7a-ab04-0d8afe32caa1

 

Esse prato tradicional da gastronomia brasileira não poderia faltar nessa lista. Já comi muito feijão preto nos Estados Unidos, mas normalmente é servido frio e sem muito tempero. E o pior: sem caldo. Prejudica o cidadão. No México, já comi parecido, mas também um pouco sem gosto.

#Bônus (por Vanessa Melo)

12 – Queijo do Reino

maxresdefault

Para a nossa ceia de natal no México, procuramos bastante por esse queijo em importadoras e lojas brasileiras, mas infelizmente não o achamos. Nos Estados Unidos também não tive sucesso. Esse queijo faz uma falta…

13 – Brigadeiro

Brigadeiro de Panela

Deliciousssss 😍😍😍 . Eu trocaria uma ida as compras com cartão ilimitado por uma panela de brigadeiro fácil, fácil kkkkk Brinks. Mas eu realmente adoro esse doce brasileiro, e eu gosto tanto que aqui no México movi céus e terra para conseguir fazê-lo da mesma maneira que fazia no Brasil. Confira aqui como fazer brigadeiro no México ou em qualquer lugar do mundo.

E você que também mora no exterior, do que mais sente falta? Comente aqui quais são os pratos que você mais tem saudade.

Por Rodrigo Mulkey

 

Tudo que Você Precisa Saber Sobre Denver – CO

Tive o prazer de trabalhar em um projeto na capital estado do Colorado nos últimos 3 meses de 2015.

De início, é uma cidade um pouco difícil de se acostumar. Ela fica a exatamente uma milha de altura (1.609 metros acima do nível do mar) em meio a um vale e o clima é bem seco e frio. Peguei mínimas de -9 graus em Dezembro e vários dias com neve. Entretanto, os moradores que conheci gostam muito do clima e sempre falam dos 300 dias de sol por ano que a cidade tem.

Captura de Tela 2016-01-28 às 10.08.09

Mas a cidade te ganha aos poucos…

Fiquei na maior parte do tempo no hotel The Curtis na rua Curtis. Recomendo pela localização e pelo custo, com diárias na faixa de $160,00. Pertence a cadeia de hotéis Hilton e consegui acumular muitos pontos no HHonors (clique aqui para saber mais sobre o plano de fidelidade do Hilton – não é jabá :D). Graças a isso, conseguimos algumas diárias gratuitas em ótimos hotéis na nossa viagem de 1 ano de casados na Europa.

IMG_4790.JPG

Vista para as montanhas do hotel The Curtis, no centro de Denver

Recomendo ficar próximo a 16th Street Mall, uma rua que na verdade é um shopping center ao ar livre. Há cinemas, lojas, bares e restaurantes e a rua inteira é fechada para carros. Apenas circulam nela os ônibus gratuitos, fazendo um trajeto circular por todo o shopping.

Denver me lembra muito outra cidade em que trabalhei em 2015: Austin, Tx. Há muita música ao vivo (muitas performances de rua) e uma ótima cena de bares e restaurantes. Confira o nosso review de Austin aqui.

A cidade também é um ótimo lugar pra quem gosta de esportes, principalmente esportes outdoor (ao ar livre). Boulder fica a cerca de 30 minutos a noroeste e é uma das locações favoritas pra quem gosta de fazer hiking, esqui, escalada, snowboarding e kayak. Sem contar que Denver fica a apenas 2 horas de Aspen, conhecida internacionalmente por suas famosas estações de esqui.

A cidade também conta com times competitivos em todas as maiores ligas americanas. O Denver Broncos, time de futebol americano da NFL é a grande paixão da cidade. Pra onde você vai, há bastante laranja e azul, as cores oficiais do time. Denver também é a sede do Denver Nuggets (NBA) e o Colorado Avalanche (NHL).

Peyton Manning, Quarterback do Denver Broncos. Os Broncos derrotaram o New England Patriots de Tom Brady no último domingo na disputa pela final da conferência e seguem para a disputa do Super Bowl 50 contra o Carolina Panthers. Mesmo aos 39 anos, Manning ainda é um dos melhores quarterbacks da liga e vem fazendo uma de suas melhores temporadas na carreira.

Peyton Manning, Quarterback do Denver Broncos. Os Broncos derrotaram o New England Patriots de Tom Brady no último domingo na disputa pela final da conferência e seguem para a disputa do Super Bowl 50 contra o Carolina Panthers. Mesmo aos 39 anos, Manning ainda é um dos melhores quarterbacks da liga e vem fazendo uma de suas melhores temporadas na carreira.

Em Novembro fui para um jogo de hockey do Avalanche contra o time canadense Calgary Flames no Pepsi Center (que também é a casa dos Nuggets). A arena fica bem próxima do centro da cidade, a apenas alguns minutos de 16th Street.

IMG_4811

Colorado Avalanche x Calgary Flames no Pepsi Center

O custo de vida é um pouco elevado pelo que andei pesquisando, mas dá pra encontrar apartamentos bastante acessíveis um pouco mais afastados do centro. Também descobri que a cidade é um polo de TI, contando com a Denver Tech Village, onde várias empresas e startups estão localizadas.

O aeroporto é o maior em área dos Estados Unidos e apesar de ser um pouco afastado da cidade (cerca de 40 minutos de carro), tem uma ótima infra-estrutura.

Denver foi me conquistando aos poucos e já sinto saudades. Quero voltar lá com Vanessa para fazer trilhas nas belas montanhas e pra quem sabe aprender a esquiar 😛

Por Rodrigo Mulkey

Austin, TX – A capital mundial da música ao vivo

Olá pessoal,

Austin está longe de ser uma das cidades mais badaladas dos EUA, mas é uma cidade muito legal. Essa é a minha segunda semana aqui a trabalho e resolvi falar um pouco sobre as minhas impressões da cidade até agora.

Estou hospedado no centro da cidade, em uma esquina da 6th street, uma das ruas principais cruzando o downtown. A cidade é bem quente e verde. A rua 6 é repleta de bares, restaurantes e boutiques. Austin é conhecida como a capital mundial da música ao vivo e é há dezenas de bares com atrações locais. Passei por volta de 10 lugares onde haviam bandas e músicos tocando e isso em um domingo a tarde.

Também passei pelo palácio do governo (Austin é a capital do Texas).

Espero que assim como eu, tenham gostado da cidade. Em breve espero postar mais algumas coisas sobre Austin, a medida que eu for conhecendo melhor.

Mulkey