Ser ou Não Ser Vegetariana

Hoje o assunto é um TANTO quanto polêmico. Mas me arrisquei a ser o mais neutra possível. No vídeo de hoje – QUE NÃO É DE DESAFIO –  conto como tomei a decisão para ser vegetariana e aqui vou deixar os links para melhor conhecimento de todos.

1 – Cowspiracy, está em primeiro porque pra mim ele é o melhor vídeo para quem não é adepto ao estilo de vida vegetariana/vegana e que não quer ver animais sofrendo. Ele está no NETFLIX com 5 estrelinhas muito bem preenchidas. Mostra a realidade do planeta, do mar, da terra e do ar. Explica com estatísticas e entrevistas com as maiores empresas do mundo que defendem os animais como o GREENPEACE e com as empresas que não defendem tanto assim.

Trailer oficial:

 

2 – Terráqueos, se você já assistiu COWSPIRACY e não aderiu ainda a esse estilo de vida, com esse filme você vai cair na real da realidade do ser humano. É um filme-documentário sobre a absoluta dependência da humanidade em relação aos animais (para estimação, alimentação, vestuário, diversão e desenvolvimento científico), mas também ilustra nosso completo desrespeito para com os assim chamados “provedores não-humanos”.

Filme completo abaixo:

 

3 – A carne é fraca, o nome já diz tudo. E com esse filme você passa a perceber o quanto andamos errados. É impactante, mas é a realidade. Vale muito a pena assistir.

 

4 – Uma verdade mais que inconveniente, Para comprovar os dados mostrados no filme, Marianne citou o estudo da FAO — Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação — que mostravam a pecuária como maior vilã do clima global. Muitos assuntos interessantes são abordados com competência, tais como:

“Como é esse impacto tão grande da pecuária sobre o clima? Tornar-se vegetariano/a, ou deixar de comer carne um ou mais dias por semana, faz alguma diferença? Por que Al Gore convenientemente omitiu a pecuária na sua “verdade inconveniente”? Por que os governos são coniventes com o impacto ambiental dessa atividade?”

 

5 – Uma Vida Interligada (Título original: A Life Connected), um documentário muito bonito e amplo, explica bem a frase pró-veganismo/vegetarianismo: “Pelas pessoas. Por você. Pelo meio ambiente. Pelos animais”. Não contém imagens chocantes.

Um pequeno e excelente documentário educativo que apresenta importantes informações sobre questões éticas, ambientais e sociais dentro da temática do vegetarianismo e veganismo. Representa um assunto urgente e de vital importância para a sobrevivência de todo o planeta e da espécie humana, no presente e no futuro.”

Um documentário muito bonito e amplo, explica bem a frase pró-veganismo/vegetarianismo: “Pelas pessoas. Por você. Pelo meio ambiente. Pelos animais”. Não contém imagens chocantes.

uma vida

 

6 – Paredes de Vidro (Título original: Glass Walls) Documentário curta-metragem produzido pela PETA e apresentado por Sir Paul McCartney. Sua célebre frase sintetiza o conteúdo abordado: “Se matadouros tivessem paredes de vidro, todos seriam vegetarianos.”

 

7 – Troque a Faca pelo Garfo (Título original: Forks Over Knives). Documentário que fez o cantor Ozzy tornar-se vegano. Forks Over Knives é muito interessante porque mostra que a dieta sem carne (bem como alimentos de origem animal) não só é totalmente saudável, como também evita uma infinidades de doenças. Mesmo que você não seja sensível ao sofrimento dos animais ou ao impacto dessa indústria no meio ambiente, abolir a carne do seu prato é uma questão de saúde. Você estaria fazendo isso pelo seu próprio bem.

Documentário que aborda um dos grandes problemas da sociedade moderna: os graves problemas de saúde que afetam parte significativa da população causados por um cardápio de alimentos de origem animal. […]

garfo

 

The Hunting Ground: Relatos de Abusos Sexuais em Campus Universitários

O documentário lançado em 2015 fala sobre os abusos sexuais contra as mulheres, que com frequência acontece nos campos universitários americanos, concorreu no Sindicato dos Produtores como Melhor Documentário.

The Hunting Ground mostra que aquele lugar que vai ser sua casa por vários anos, onde você imagina que  vai ser feliz, onde fará amigos para o resto da vida, participará das melhores festas, ficará bêbado ate cair, terá os melhores professores, a melhor experiência de sua vida, pode em apenas alguns minutos se tornar a pior experiência da sua vida.

Uma em cada 5 universitárias ja foram abusadas. 88% das mulheres violentadas não dão queixa e as instituições de ensino não estão  preocupadas com o que aconteceu com você e sim o que aconteceria com eles se essa Historia fosse a público, fazendo com que as estudantes se sintam culpadas por isso ter acontecido.

maxresdefault.jpg

O que você estava vestindo? Ele deve ter entendido a mensagem errado, porque você não tentou se livrar dele? Você tem certeza que isso aconteceu?

 Em 2012 45% das universidades americanas não reportaram assédios sexuais, tudo para manter as aparências de universidades perfeitas.

“A primeira e uma das mais importantes e difíceis barreiras é a do silêncio.”

Harvard : 2009-2013, 135 denúncias e 10 suspensões relatadas     

Berkeley : 2008-2013, 78 denúncias e 3 expulsões 

Dartmouth: 2002-2013, 155 denúncias 3 expulsões

Stanford: 1996-2013, 259 denúncias e 1 expulsão

maxresdefault (1).jpg

Til it Happens To You é uma composição de Diane Warren em parceria com Lady Gaga gravada para o documentário. O clipe para alguns pode ser muito forte, mas para mim é perfeito, mostra com clareza (até onde uma pessoa que não passou por isso pode entender) o que acontece com quem sofre dessa violência. 

                 ( Os conteúdos gráficos a seguir podem ser emocionalmente perturbadores, mas refletem a realidade do que acontece diariamente nos campos universitários ) 

LadyGagaVEVO 

watch

(Eu sou inútil)

watch (1)

(As vezes eu me odeio)

watch (2)

(Acredite em mim)

watch (3)

(Escute, você vai me odiar)

watch (4)

(Eu sou digna)

watch (5)

 (Eu me amo)

watch (6)

 (Essa poderia ser você) 

Você não pode deixar de ver o documentário e apoiar a causa. 

Por Vinícius Melo