Sonho de CASAR!!!

Fiz um vídeo (desabafo) sobre esse sonho que muitas mulheres ainda tem, mas que se sentem reprimidas pela sociedade por ter esse pensamento de casar e construir uma família.

Então, se você assim como eu sonha ou sempre sonhou em casar… Vem cá, me dá a mão, estamos unidas por esse desejo.

Aqui você não será reprimida, julgada, condenada ou qualquer coisa desse tipo.

Um beijo e muito obrigada por me fazer feliz todos os dias. 💕

Vanessa Melo ❤

Um Dia Sem Celular

Por obra do destino tivemos a nossa primeira experiência juntos de ficar sem o celular por um dia e calhou de ser no domingo. Nós vivemos com o celular ao alcance das mãos, e sempre estamos on-line.

E a partir desse dia decidimos que os domingos que estivermos juntos, será só nosso. Claro que foi um pouco difícil, pois nesse mesmo dia fomos almoçar em um restaurante M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O e não tínhamos o celular para registrar esse momento. O que foi perfeito!

Juntos guardamos em nossa memória cada acontecimento daquele dia, não temos fotos nem vídeo, mas quando formos repassar nossos momentos (sim, nós sempre contamos nossa história para nós mesmo pra lembrar e se encantar ainda mais com nosso amor), vamos ter esse dia que só nós sabemos como exatamente aconteceu.

Nós já queríamos ter feito isso, mas o tempo foi passando e não fizemos. Mas a vida ter nos dado esse momento, foi maravilhoso.

Por isso que esse post não tem imagem!

Façam isso e depois me contem o que acharam. Vou amar saber. E se você já faz isso com seu (sua) parceiro (a), conta aqui nos comentário como tem sido essa experiência e o quanto que vocês dois evoluíram dentro do relacionamento.

Um beijo e muito obrigada por me fazer feliz todos os dias. 💕

Vanessa Melo ❤

QUANDO ESTAMOS PRONTOS PARA CASAR? – Parte II

Se você está ligadinho aqui no blog sabe que esse post é a continuação do post de ontem. Então se você perdeu o post de ontem clique AQUI pra entender por completo.

Bem continuando nosso assunto segue outros pontos que devemos levar em consideração antes de decidir casar.

4°) Qual a idade ideal para casar?

Não existe uma idade certa. Vai depender do nível de maturidade de ambos. Não é ideal casar quando se é muito jovem. Pois quando adolescentes tomamos muitas decisões pela emoção do momento. Não quer dizer que seja uma regra.

Casais muito novos que querem casar, tenham cuidado pois devem pensar que vão viver pro resto de suas vidas com essa mesma pessoa. Pergunte a si mesmo se você quer passar o resto de sua vida com essa pessoa.

Não significando que casar cedo não vai dar certo. Porém quando se adquire mais experiência na vida, você sabe selecionar melhor as pessoas, com que você vai se relacionar. E além disso, você tem um pouco mais de maturidade para lidar com situação adversas sem querer “chutar o pau da barraca”.

O Pastor Nelson Júnior do projeto “Eu Escolhi esperar” diz que uma faixa de idade boa é dos 23 aos 25 anos.

13

5°) Quanto tempo de relacionamento preciso ter para casar?

No mundo cristão se aconselha que namorem por no máximo 3 anos. Pois acreditamos que relações sexuais só podem ocorrer após o matrimonio. E passando mais tempo que isso vocês podem entrar em tentação e acabar pecando contra Deus.

“Não temos condições agora, e já passou mais de 3 anos.”  Ok! Não fiquem desesperados para casarem de qualquer jeito. Isso não é uma regra. Depende do ritmo do casal, do nível de intimidade que ambos adquiriram. Tem casais mais intensos e outros menos intensos. Vai depender do casal.

Ou então,

Queremos casar e temos 1 ano ou menos de relacionamento. Não é o ideal porem conheço vários casais que casaram com poucos meses e deram super certos. Mas também casais que fizeram a mesma coisa e estão separados. Enfim, nem muito tempo e nem muito pouco tempo. 3 anos é o recomendado por alguns pastores que trabalham com casais.

14

6°) E por fim o 6° e  ultimo

Ele(a) não é cristão e eu sou, o que fazer?

Bem essa é uma das questões que geram muitas polêmicas. Pois a bíblia diz: que luz não se mistura com trevas. Porém temos vários testemunhos de pessoas que se casaram com pessoas não cristãs e após certo período essas pessoas foram convertidas e hoje são grandes líderes.

Em regra geral se recomenda que não se casem, pois vai ser bem difícil, pois são princípios diferentes, valores distintos, crenças distintas. E pode causar diversos tipos de conflitos entre o casal. Essa é uma questão que você tem que perguntar diretamente a Deus.

8-Books-That-Will-Leave-You-Feeling-Amazing-And-On-Top-Of-The-World

Bem, foi isso pessoal, espero que vocês tenham gostado.

Se vocês gostam desse tipo de post comentem aqui que vou fazer mais posts desse tipo, ou então comentem um assunto do meio cristão que vocês tem curiosidade. Se não fizermos um post vamos te responder com certeza.

Bjus, Veruska Paiva

Fotos: Joe McGee Ministries, Blog,Daum.Net, Connections.Mic

QUANDO ESTAMOS PRONTOS PARA CASAR? – Parte I

Estamos preparados! Vamos casar!

Quem já escutou: Casar? Com essa idade? Vocês são muito novos para casarem! Quem casa cedo separa cedo! Espera se formar! Esperar comprar uma casa! Espera comprar um carro! Espera passar em um concurso público! Espera cair um meteoro!!! Kkkk

São diversas pessoas que sabem o segredo da fórmula do casamento bem sucedido. (Ou acham que sabem)

Mas afinal existe uma fórmula para o casamento perfeito? Uma idade certa? Uma renda média ideal? Tempo de relacionamento ideal.

Daí você pensa: “Estamos prontos, vamos casar!”

Espera, espera, espera… Termina de lê esse post antes por favor!

Não existe uma fórmula, mas existem alguns pontos a serem avaliados.

1°) Onde vamos morar?

Onde vamos morar? Casa própria ou alugada o importante é vocês terem um lugar para morarem. Claro! Morar de aluguel não é o sonho de nenhum casal, mas todo início é difícil (se você não pertence a Classe A da população brasileira) e um dia vocês terão condições de comprar a casa própria.

Um casal recém-casado vai começar a conhecer um ao outro de maneiras diferentes, que até então eles não sabiam. E ter alguém tentando ajudar, ou querendo atrapalhar, não vai ser legal.

Casar é constituir uma nova família e essa família precisa de seu próprio espaço. Culturas diferentes vão ser chocar e o casal por si só vai criando a cultura deles. Um vai querer guardar o vinagre na geladeira e o outro vai dizer que vinagre se guarda no armário. Mas no fim do dia eles terão que solucionar o assunto em questão e querendo ou não vão entrar em um consenso juntos, sem interferência de outros.

Sonho da casa própria

2°) Temos condições financeiras de nos sustentarmos?

Nem só de amor sobrevivemos! O casal tem que entender que sem uma boa base financeira, vão surgir diversas situações e brigas. Tem que pôr no papel o que vai gastar e quanto recebem, e ver se vão ter condições de arcar com todas as despesa novas.

11

3°) “Você não é madura (o) suficiente para enfrentar os desafios iniciais do casamento.”

Muitas vezes achamos que as pessoas estão exagerando quando falam desse assunto. Mas é VERDADE, ACREDITE. Todos os defeitos que você conhece do seu namorado(a), noivo (a) vão ser multiplicados e vocês ainda vão descobrir mais alguns. Mas não se assustem! É normal e acontece com todos os casais.

Pois o namoro e noivado não faz ninguém conhecer ninguém a fundo. Nem mesmo nós nos conhecemos bem. Dependendo do que nos aconteça nos surpreendemos com nossas reações. Esteja preparada (o), leia sobre o assunto e mantenha a calma. E se precisar peça ajuda e conselhos de casais experientes ou seus líderes. Não vá “se consultar” com sua amiga (o), na maioria das vezes eles não vão saber ajudar e pode até atrapalhar, levando você a tomar decisões erradas.

12

Se você está gostando desse assunto e se identifica, fica ligadinho aqui no blog que AMANHÃ tem a segunda parte sobre “QUANDO ESTAMOS PRONTOS PARA CASAR?”

Bjus, Veruska Paiva.

Fotos: blogplusimoveis, dicas.guiamais e Connections.Mic

Se Você Realmente Ama Alguém, Você Faz Essas 10 Perguntas TODOS os Dias

Você faz essas perguntas?!

Quando se trata de conectar-se com o parceiro que amamos, todos nós tentamos nos comunicar bem em nosso relacionamento. Sabemos que uma boa comunicação é essencial para manter um casamento feliz e forte. Entendemos também que manter as coisas positivas diminui a quantidade de conflitos nos casais.

Mas, querer se comunicar bem e realmente fazê-lo, são duas coisas BEEEEM diferentes.

Então, quanto tempo um casal feliz “normal” gastar conversando e interagindo diariamente? Pois, sabemos que conforme o tempo passa, os casais não estão “gastando” tempo suficiente para se comunicar de uma forma significativa.

E, o que torna a comunicação “significativa?” Bem, uma forte ligação com o seu cônjuge requer sincronização em vários (e profundos) níveis, e não apenas aquele bate papo/conversinha sobre coisas insignificantes do seu dia-a-dia. Para te ajudar, estão aqui 10 perguntas poderosas para fazer ao seu cônjuge, e aprofundar a sua ligação e amor um pelo outro:

1. “Como vai você?”

Tire um tempo para fazer esta pergunta e procurar o seu cônjuge. Se você acha que há algo acontecendo que ela/ele precisa falar, toque no seu braço ou ombro, quando fizer essa pergunta, ou toque suavemente no rosto e diga: “Eu realmente quero saber como você está.”

1

2. “Há algo que eu possa fazer para ajudar?”

Você vê que o seu cônjuge está ocupado, apressado, e/ou passando por alguma frustração. Faça esta pergunta e esteja pronto para agir sobre qualquer solicitação que ele tem para obter ajuda. Se você vive com alguém que tende a fazer tudo por conta própria, toque e olhe em seus olhos e diga: “Eu realmente quero ajudá-lo com isso, o que posso fazer?”

2

3. “O que é importante para você?”

Quando você sabe que o seu cônjuge está tentando tomar uma decisão importante, faça esta pergunta para ele. Outra maneira de fazer isso é: “O que você realmente quer?” Para entender o pensamento de seu cônjuge e suas necessidades, é necessário conhecer sua resposta sincera a esta pergunta. Assim você saberá o que seu cônjuge valoriza mais.

3

4. “O que você gostaria de fazer?”

Esta é uma pergunta que você faz durante o tempo livre, para planejar uma data, sair para comer ou quando se discute metas dentro do relacionamento. Outra maneira de fazer isso é: “Se você pudesse fazer qualquer coisa que você queria, o que seria isso?” Assim você saberá os objetivos e sonhos grandes de seu cônjuge, então trabalhe com ele para ver como vão fazer para realizar tais objetivos, desejos e aspirações possíveis.

4

5. “Como posso encorajar você?”

Esta questão é especialmente importante para perguntar quando você sabe que seu cônjuge está passando por um momento difícil ou frustrante. Talvez seja um desafio que seu cônjuge está enfrentando sozinho, ou um obstáculo que vocês estão enfrentando juntos. Descubra o que o seu cônjuge precisa para sentir-se firme e forte neste momento, e, em seguida, faça isso por ele, tanto quanto você puder.

5

6. “Que metas você gostaria de definir para nós, e para si mesmo?”

Vocês devem, pelo menos, perguntar e discutir seriamente esta pergunta a cada poucos meses. Pense em várias áreas quando você fala sobre METAS, incluindo: carreira, família, riqueza ou posses, amizades, seu casamento, auto-desenvolvimento (habilidades, passatempos ou educação) e não se esqueça de pensar sobre o crescimento mental e espiritual.

6

7. “Você está feliz por onde o nosso relacionamento está indo?”

Talvez perguntar isso diariamente seja muito, mas esta é uma questão importante que cada casal deve discutir pelo menos anualmente. Rever a forma como as coisas foram acontecendo entre vocês dois ao longo dos últimos meses e determinar quaisquer correções de curso (caminho/direção) que você precisa fazer para que o seu relacionamento permanece saudável e gratificante.

7

8. “Qual é o seu maior medo?”

Esta não é uma pergunta que muitas vezes você pensou em perguntar, mas é importante saber a resposta. O mundo em que vivemos tem mudado muito nas últimas duas décadas, e há perigos em todos os lugares. Saiba quais preocupações estão incomodando seu cônjuge e esteja aberto a ter uma conversa sobre essas preocupações (mesmo se você não se sente preocupado com as mesmas coisas). Se é sobre um projeto no trabalho, uma conversa com um membro da família, ou o estado de assuntos globais, saber o que assusta o seu parceiro para que você possa ajudar a aliviar seus medos.

8

9. “O que faz você se sentir mais feliz?”

A vida nem sempre é divertida. Na verdade, nós gastamos muito de nosso tempo fazendo “o nosso trabalho”, seja no trabalho ou em casa. Certifique-se que ambos estão recebendo um “pagamento” por todo trabalho duro e esforço.

Esteja envolvido em coisas que trazem felicidade para cada um de vocês. As coisas que trazem a grande felicidade pode mudar dependendo do seu estágio na vida, por isso não se surpreenda quando algo novo move-se para o topo da lista.

9

10. “O que você quer além de nossa vida juntos?”

Esta questão envolve metas de curto e longo prazo, objetivos e desejos. Aproveite o tempo para saber quais são esses objetivos do seu cônjuge e dar a atenção que merece. Seus esforços para tornar a sua vida ideal uma realidade irá ajudar a motivar o seu cônjuge priorizar suas metas, objetivos e desejos, muito bem.

10

FONTE: Dr. David McFadden – conselheiro de casais no Village Counseling Center.

ESPERO QUE VOCÊ JÁ APLIQUEM ESSAS PERGUNTAS EM SEUS RELACIONAMENTOS, E SE AINDA NÃO FAZEM, FAÇAM. COM CERTEZA VOCÊ VAI CONSEGUIR IDENTIFICAR A MUDANÇA (PRA MELHOR) NO SEU RELACIONAMENTO.

Um beijo,

por Vanessa Melo ❤